sábado, 16 de outubro de 2010

Cicatrizes

Vivência

Ela era tão nova com seus olhos tão inocentes
Ela sempre sonhou com uma vida de conto de fadas
E todas as coisas as quais o dinheiro não podia comprar

Então, de repente as coisas começaram a mudar
Esse foi o momento onde ela tirou o nome deles
Eles colocaram sua raiva pra fora na face dela
Ela guardou toda sua dor escondida, afastada
Oh mãe,
Nós somos mais fortes que todas as lágrimas que você derramou                                                                                      
Oh mãe,
Não olhe para trás porque eles jamais irão nos machucar novamente
Então mãe,
Eu agradeço a você por tudo o que você fez e ainda continua fazendo
Você está aqui por mim,
e eu por   você                                                                                                                                
Juntas sempre superamos a tudo
Então um dia eles descontaram em suas crianças
Eram tantas vozes na cabeça dela
Repetindo várias e várias vezes
“Você merece muito mais que isso”                                                                                                                                          
Ela estava tão doente de tanto acreditar nas mentiras
E tentando esconder, cobrindo as suas feridas                                                                                                                         
Cansada de defender a própria vida
Desejou então ter morrido                                                                                                                         
Lutando pela vida das suas crianças
Tanto tempo da sua vida que você perdeu carregando seus machucados e tristezas,
Mas mamãe, eles nunca mais tocaram em nós novamente
Quando qualquer um, tentar te machucar novamente                                                                                                    
Lembre-se apenas de quem ainda está em sua volta,                                                                                         
Pois eu sempre ei de estar ao seu lado apoiando, protegendo e sendo seu porto seguro
Isso acabou, e nós estamos mais fortes

Eu te amo Mamãe

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Música

O que é perder, Tentar e não conseguir ou aceitar a derrota antecipadamente?

Bem minha resposta séria a segunda opção, mas talvez em um mundo onde às vezes uma queda tem um preço tão alto a ponto de limitar você  a tentar, a primeira opção seja arriscada demais, agora se quiser correr o risco, saiba que arcar não só com os as conseqüências, mas também com o peso que a derrota tem sobre uma vida, mas se sobreviver a isso estará mais forte e vivo do que jamais esteve.

Quem sabe essa Bela musica ajude um pouco nessa questão:

You Lost Me  | Você me perdeu
Composta por Christina Aguilera, Sia Furler e Sam Dixon


Para mim, acabou
A arma ainda está quente
Nós perdemos tudo
O amor se foi
Ela venceu
E agora não é mais divertido
Nós perdemos tudo
O amor se foi
O que nós tínhamos era mágico
E isto aqui é trágico
Você não conseguiu segurar as próprias mãos
iloveaguilera.wordpress.com             


Eu sinto como se nosso mundo estivesse infectado
E de alguma forma, você me deixou negligenciada
Nós descobrimos que nossa vida mudou
Baby… você me perdeu
E nós tentamos
Oh, como choramos
Nós nos perdemos
O amor morreu
E apesar de termos tentado
Você não pode negar
Tudo o que restou foi nossa casca
Nós perdemos a luta
O que nós tínhamos era mágico
E isto aqui é trágico
Você não conseguiu segurar as próprias mãos
Eu sinto como se nosso mundo estivesse infectado
E de alguma forma, você me deixou negligenciada
Nós descobrimos que nossa vida mudou
Baby… você me perdeu
Eu sei que você sente muito
Nós éramos tão doces
Mas você escolheu a luxúria quando me enganou
E você vai se arrepender
Mas é tarde demais
Como eu posso confiar em você novamente?
Eu sinto como se nosso mundo estivesse infectado
E de alguma forma, você me deixou negligenciada
Nós descobrimos que nossa vida mudou
Baby… você me perdeu
video

Música



Álbum favorito: 





video

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Voltando á Infância

Jasmine, Pocahontas e Mulan

Jasmine, Pocahontas e Mulan são diferentes das outras princesas da Disney porque não pertencem à realeza européia. Jasmine, de "Aladim", é filha de um sultão; Pocahontas é a filha de um chefe nativo norte-americano e Mulan é originalmente da mitologia chinesa.

A história de Jasmine
Jasmine era uma princesa agradável, totalmente independente e de língua afiada, mas apenas coadjuvante no filme "Aladim" de Walt Disney Pictures, de 1992. O astro é Aladim, bastante natural, um ladrão de rua muito experiente que vivia na grande e movimentada cidade árabe de Agrabah, há muito tempo, com seu fiel amigo macaco Abu.

Quando a princesa Jasmine se entediou de ficar isolada no palácio luxuoso que dava vista para a cidade, saiu sorrateiramente até o mercado, onde por acidente conheceu Aladim. Por ordens do malvado Jafar (o conselheiro do sultão), Aladim foi jogado em uma jaula e tornou-se parte do plano do conselheiro para governar aquele reino com a ajuda de uma misteriosa lâmpada. Diz a lenda que apenas uma pessoa que tivesse um coração limpo poderia recuperar a lâmpada da Caverna dos Mistérios. Quando Jafar descobriu que Aladim se encaixava nessa descrição, tentou chantageá-lo com um plano para casar-se com Jasmine e roubar o poder do sultão.

Com identidade dupla e desejos mágicos confundindo tudo, Aladim supera seu apelido de rato de rua desleal e encontra um caminho para ganhar a mão de Jasmine em casamento e mostrar a todos que é um príncipe de verdade.

Jasmine é uma princesa moderna da Disney

O filme original da Disney


Lançado em 11 de novembro de 1992, Aladim foi o 31º filme de animação da Disney e quebrou o recorde de bilheteria daquele ano, rendendo mais de $500 milhões de dólares. Sua música memorável ganhou dois Oscars: Melhor Canção ("A Whole New World") e Melhor Trilha Sonora (por Alan Menken).

Dizem que "Aladim" é uma história baseada na tradicional "Mil e Uma Noites", mas não é bem esse o caso. É uma história original cujo enredo está mais relacionado com os filmes clássicos em preto-e-branco de Hollywood, como "O ladrão de Bagdá", estrelado por Douglas Fairbanks, do que com a tradução francesa escrita sobre a Arábia de 1700 do ponto de vista europeu. A equipe da Disney adicionou uma dose moderna de fantasia e surrealismo à idéia básica para dar ao filme sua beleza visual impressionante. 

Em seu primeiro lançamento, grupos islâmicos se ofenderam com algumas canções do filme que difamavam o estereótipo do personagem Jafar de modo racista, fazendo que a Disney fizesse alterações sensatas e sensíveis para os próximos lançamentos. Dois filmes diretos para vídeo se seguiram - "O Retorno de Jafar" (1994) e "Aladim e o Rei dos Ladrões" (1996) - além de um seriado de desenho animado para TV.

Voltando á Infância

Conheça a história de Mulan
Assim como Pocahontas, Mulan é um membro oficial do clube Disney Princess - mas ela é, na verdade, uma heroína multicultural, não uma princesa de verdade. É uma mulher chinesa baseada em um mito chinês antigo que tem quase 2.000 anos. Real ou não, o filme Mulan da Disney Pictures, de 1998, reconta a história de uma jovem donzela chinesa que queria honrar sua família mas parecia destinada a falhar. 

Colocou sua vida em perigo quando descobriu que seu pai enfraquecido seria integrado ao exército para lutar contra a invasão dos Huns. Sabendo que não sobreviveria aos rigores da guerra em seu país, Mulan decidiu se disfarçar de homem e ir no lugar de seu pai. Sem que ela soubesse, seus ancestrais estavam preocupados com a situação e, para impedir, ordenaram que um pequeno dragão, Mushu, se juntasse a ela para forçá-la a abandonar seu plano. Ele concordou; porém, quando conheceu Mulan, aprendeu que ela não poderia ser convencida e então decidiu ajudá-la a superar os perigos dali em diante. No processo, Mulan se tornou a protagonista atual mais feminista da Disney.
 


O filme original da Disney


Como Mulan, a Disney gostaria de honrar as culturas asiáticas ao fazer um filme de animação com uma história asiática. "Mulan" foi desenvolvido pelo especialista em lenda popular Robert D. San Souci e lançado em 5 de junho de 1998, superando os filmes anteriores "O corcunda de Notre Dame" e "Hércules". Esse foi o primeiro longa-metragem feito na Walt Disney Feature Animations Florida, estúdio de animação da Disney em Orlando.

A aproximação artística para o filme foi baseada no estilo do "canto" chinês de espaços "vazios" ou "negativos" equilibrados pelo detalhe "positivo" - quase um conceito "yin e yang". Os supervisores artísticos do filme gastaram três semanas na China delineando, fotografando e explorando a cultura. Os animadores dos computadores usaram tecnologia de ponta para adicionar técnicas de câmera de imitação e detalhes que anteriormente não eram disponíveis na animação - como cenas de uma multidão de mais de 30 mil pessoas. Utilizaram um programa de computador chamado "Atilla" para fazer uma seqüência incrível de longa-metragem de 2 mil hunos a cavalo. Mulan é dublada pela atriz Ming-Na, e suas canções são interpretadas por Lea Salonga.

Eterna Inspiração

Tiamat

Adormecida a mulher madura
Não tem quimeras nem desejos
Não vive, vegeta sem ensejos
É solidão, tristeza e amargura
Em seu mundo de falsos amores
Desbastada em sua sensualidade
Destituída de ilusão, felicidade
Paira mágoas, dores e pudores


Mais eis que em algum momento
Então bate mais forte seu coração
Faz ressurgir uma nova emoção
Nas banalidades de seu pensamento
A ilusão faz então seu suporte
Um novo amor, ou melhor, um eterno amor,
suas dádivas, seus filhos
o coração bate forte
Infringindo seus próprios sonhos
Começa então seu destino mudar
Toda a beleza do novo mundo agora


Surge então uma mulher diferente
Uma fênix das cinzas ressurgida
Ave que alçará vôo em sua nova vida
Mais bonita alegre e muito atraente

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

A Razão Da Minha Existência

Dádivas

Um dia em desespero clamei aos céus forças
mas invés disso me deram mais desafios
pede-lhe paz
me deram um terremoto de emoções
pede-lhes coragem
trouxeram meus maiores medos

Pede-lhes vida
mas como tudo que pedi antes eram inversas aos meus pedidos,
não acreditei que nesse fosse diferente
Mas na verdade aprendi que tudo que pedi me deram
ou melhor, me prepararam para esse momento
que foi o abrir dos olhos das dádivas da minha vida
Com desafios aprendi a ter forças para lutar por eles

Com o terremoto de emoções aprendi a dar tudo de mim por eles
com meus maiores medos, tirei forças de seus olhares
pois sabia que não estava só, e no fim do túnel
consegui ver o brilho dos seus olhos iluminando meu caminho
são meus anjos, meus irmãos, meus filhos, minhas dádivas,
razão do meu viver

Não lhe deram asas,
mas não deixam de serem anjos,
pelo contrario são mais anjos que os anjos
pois não voam,
mais a quem os tem é como se voasse rumo ao paraíso
minhas dádivas

Minha vidas
Juli e Junior
obrigado em vocês encontrei minha razão de viver